Avançar para o conteúdo principal

O Início do Fim

No caminho das compras para casa.
- Tenho tantas coisas para fazer e não me apetece nada! - desabafei.
- O que é que tens para fazer?
- O jantar, tirar a loiça da máquina, estender a roupa, pôr mais roupa e loiça nas máquinas, etc, etc...
- Oh mãe, tu tens que te divertir mais... Eu podia ajudar-te mais...
- Não, J., tu já ajudas muito. Além disso, eu estou em casa e tu estás a "trabalhar" na escola o dia todo. Não fazia sentido tu e o pai virem da escola e do trabalho cansados e ainda terem imensas coisas para fazer, estando eu em casa. Eu tenho mais tempo, por isso posso fazer lá mais coisas.
- Mas tu devias era divertir-te, aproveitar a vida. Saíres de casa e ires andar de bicicleta. Já só tens um ano!
- Já só tenho um ano? Então, porquê?
- Um ano não, uns meses.
- Uns meses? Só? Porquê?
- Porque daqui a uns meses fazes quarenta anos!
- E depois dos quarenta já não me posso divertir?
- Sim, mas já começas a ficar velhota!
- Velhota? Aos quarenta?
- Sim, é aí que começas de ficar velhota.

Comentários

  1. Eu fiz quarenta o mês passado. E o meu filho disse-.me exactamente o mesmo!

    ResponderEliminar
  2. lool, devo começar a divertir-me mais, em Agosto tb já cantam os 40, ai, ai, estou tramadíssima :))) são uns queridos os nossos filhotinhos!!! beijokinhas

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue