Avançar para o conteúdo principal

Deficiência Educativa

Li este artigo e fiquei cheia de pena não do menino autista que acabou por ter a festa que merecia, mas dos coleguinhas faltosos que estão a ser tão mal educados pelos progenitores que se irão tornar nuns adultos pavorosos.
Tenho pena das crianças de agora que não sabem lidar com a diferença de uma forma saudável e dos adultos de amanhã que irão deformar ainda mais este mundo. Também tenho pena do mundo, que em vez de evoluir para melhor, se irá perder nas garras de gente deficiente de afectos, de estruturas emocionais, de tolerância, repleta de ideias discriminatórias e preconceitos. 
Fico triste em enxergar que a geração que seguirá a nossa é uma geração portadora de tão grande incapacidade em respeitar o outro e que, por isso, esteja a formar uma sociedade completamente aleijadinha de valores.

Comentários

  1. Um dia destes no supermercado, o meu filho começou a brincar com um menino, enquanto esperávamos no talho.
    A mãe do menino passados uns minutos, veio ter comigo. Olhou-me de alto a baixo, procurou o meu marido e disse-me: "desculpe, o meu filho não está a brincar com o seu, porque está cansado... ah e obrigada"
    Ao que respondi: " não faz mal, eles entendem-se (sorri) e obrigada?" a senhora respondeu: "sim, porque o seu filho está a brincar com o meu, por isso olhei para si e para o seu marido, para ver se algum de vocês era negro como nós."
    Fiquei sem palavras, troquei mais algumas com a senhora e vim sem saber o que pensar. Fiquei aterrada, nunca pensei que os meninos fossem tão créis com tão pouca idade. O meu filha brinca com qq menino, fala com todas as pessoas, diz sff, obrigada a todos!
    O meu marido só disse: deixa de ser ingénua, esta é a realidade e nós vivemos na realidade Cascais, por que muitos outros sitios! ainda existe discriminação e muita!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue