Avançar para o conteúdo principal

Cancro no Cabelo

Já o J. estava na cama, digo-lhe:
- Olha, vou deixar aqui na tua mesa, ao lado do saco do treino, um saco para a avó levar amanhã. Por isso, não te espantes quando o vires.
- Um saco? O que é que tem?
- É a minha cabeleira para a avó levar.
- Para que é que ela quer a tua cabeleira?
- Para dar à I.
- A I. também tem cancro? E quer a tua cabeleira?
- Tem. A cabeleira é para ela ver se quer e se gosta.
- Porra, mãe, tanta gente tem cancro!
- Pois é, é mesmo muita gente.
- E é sempre no cabelo...
- Não é no cabelo, é noutros sítios, mas muitas pessoas ficam sem cabelo. 
- Porque é que o cancro faz cair o cabelo?
- Não é o cancro que faz cair o cabelo, é um medicamento para matar o cancro.
- Ah, então se a pessoa cortar o cabelo todo, deixa de ter cancro?!
- Não, J., a pessoa não fica boa por ficar sem cabelo. A pessoa fica boa porque o medicamento que faz cair o cabelo, mata o cancro.
- E se a pessoa não tomar esse medicamento?
- Morre. Pode morrer...
- Não há outros medicamentos?
- Agora já descobriram outros, mas há cancros em que ainda só este é que funciona.
- No outro dia, vi o T.A.. Ele anda sempre de gorro na cabeça. Também tem cancro, não tem?
- Tem.
- Porque é que ele está sempre de gorro? Não gosta de se ver sem cabelo?
- Provavelmente... Ou então tem frio na cabeça. Como ele tinha o cabelo grande, é capaz de ser por causa do frio. As pessoas que não estão habituadas a ter o cabelo curto, quando o cortam, ficam com frio na cabeça.
- Ah! 
- Boa noite, menino, dorme que já é tarde. Dorme bem!
- Boa noite, mãe! Até amanhã!

Comentários

  1. :(
    Infelizmente também já vivi essa realidade de perto.
    Força!

    ResponderEliminar
  2. P.A. Santos,

    Obrigada!
    O que aconteceu ao teu blogue? Tentei ir lá hoje, mas diz que foi removido.
    Bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue