Avançar para o conteúdo principal

Nada Saber

Saber da incapacidade de preencher esse espaço vazio que te atormenta
Saber que a forma de amar nem sempre coincide com a que pretendemos ser amados
Saber que o meu vácuo se te estende, e magoa
Saber da impossibilidade de sair deste quarto escuro e da eventualidade de não te encontrar 
Saber que a distância a que me encontro se deve à proximidade do meu fundo
Saber que viver para dentro nos faz perder o que nos toca

E nada saber

Comentários

  1. E se eu te disser que me caiu como uma luva?

    ResponderEliminar
  2. Oh Mam my então? não foste ao armário como te sugeri? vá quero toda cá fora quero ver o teu sorriso a brilhar ok?

    Beijoca

    ResponderEliminar
  3. Felina,
    Até fui, mas não estava lá. :(
    Vou procurar noutro sítio! ;)
    Bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue