Avançar para o conteúdo principal

CAMBADA DE IDIOTAS

Podia, devia, vir aqui, dizer mal do governo. Sim, podia e devia. Talvez isso fosse o mais acertado, o mais correcto, o mais normal. Mas não. Venho apenas "consternar-me". Com o governo, com o país, com este povo. Especialmente com este povo.

Somos uma camabada de IDIOTAS!

(Desculpem-me se feri susceptibilidades, mas se feri, aviso já que este texto tem uma bolinha vermelha no canto superior direito e se estão sensíveis hoje, voltem cá só amanhã, ok?)

Esta camabada de IDIOTAS, que nós somos, é tão execrável que me dá vómitos! 
Ouvir o meu homem dizer "vamos embora, vamos embora desta merda de país! Já não aguento mais esta merda de gente!" e ler o desalento nos seus olhos, porque grande parte desta CAMBADA DE IDIOTAS concorda que lhes cortem os braços e as pernas para sustentar uns vampiros que nos querem chupar o tutano para encherem os bolsos de grandes grupos económicos, e que ainda lhes oferecem os restantes membros ao corte em nome de uma invejazinha mascarada de benevolência, mostra-me que este túnel não tem luz ao fundo.

Arrumei o politicamente correcto na gaveta e a partir de agora só me vai sair sinceridade, doa a quem doer. Desculpem lá, mas se se sentirem ofendidos, vão ler outro blogue mais simpático, que hoje não estou nada simpática, e só de pensar que pode haver aí alguém amuado me irrita. 
Somos uma merda de povo que deixa que nos caguem em cima e pede mais! Somos uns pacóvios armados aos pingarelhos com a mania das importâncias, mas sem um pingo de dignidade. Deixamo-nos manipular por uma data de otários, para parecermos uns meninos bonitos aos olhos dos "camones". Até os angolanos já nos toparam! Pensávamos que os enganávamos com a nossa ganância disfarçada de bondade, mas até eles, que durante tantos anos fingiram que nos perdoaram todas as atrocidades que lhes fizemos durante a guerra, perceberam que somos um engodo. Só a CAMBADA DE IDIOTAS é que ainda não percebeu o quão idiota é. E continua a "idiotar" por aí como se ainda houvesse amanhã.
Perdoamos os cabrões que nos fodem todos os dias, lixamos o nosso parceiro e quem nos dá a mão, gozamos com quem luta pelos nossos direitos, pelos direitos de que abrimos mão para agradar aos gajos do poder e do dinheiro, lambemos botas a impostores, e no fim, ainda dizemos que somos todos muito bonzinhos e que queremos o bem ao nosso irmão.

Vão-se catar, seus filhos da puta! Vão-se catar, sua cambada de idiotas! Peguem no pingo minúsculo de dignidade que ainda vos resta e ergam-na sobre as vossas cabeças em prol de um país de jeito, de uma sociedade condigna, justa e verdadeira. Lutem por todos e não só por alguns! Lutem por vocês, pelos vossos filhos e netos e deixem de envergonhar os vossos avós que passaram as passas do Algarve para vos darem a oportunidade de falarem e de fazerem alguma coisa para mudar esta merda!

Comentários

  1. Subscrevo na totalidade a tua indignação, isso é que foi um desabafo daqueles... gostei.




    Beijoca

    ResponderEliminar
  2. Tenho de agradecer à Felina, pois foi ela quem me trouxe cá.
    Literalmente, vivemos num país onde se legalizou o saque... descaradamente.
    A maioria mostra indignação... mas a estagnação impera. Por exemplo, quero ver quantos se irão apresentar para a manifestação de amanhã... algo simples, é certo, mas que evidencia claramente quem é activo e quem é passivo.

    Idiotas? Sim, são mais que as mães!
    (ok admito, brincadeira algo forçada com o nome do recanto)
    ;)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Não gosto de comunistas, mas o meu pai era comunista... e eu gostava muito dele...finou-se com uma mão cheia de nada e outra plena de sonhos por realizar!!!!

    Gostei particularmente deste paragrafo:

    "Perdoamos os cabrões que nos f**** todos os dias, lixamos o nosso parceiro e quem nos dá a mão, gozamos com quem luta pelos nossos direitos"

    ....disseste tudo.

    Parabéns por este magnifico texto cheio de vida e consequência. Contrariamente a mim parece-me que a autora ainda acredita em algo, sorte a tua, azar o meu, pois que para além do dinheiro em pouco ou nada acredito.

    Felicidades

    La Vie en Rose

    ResponderEliminar
  4. Foi, Felina... Estava aqui entalado!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Eros,
    A Felina trouxe-te a ti e mais uns tantos! :)
    Este país é uma tristeza! Aqui tudo é permitido! Somos demasiado "bonzinhos"! :(
    É verdade, até conseguem ser mais idiotas do que as mães! Eh eh eh!
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. La Vie en Rose,
    Verdade que acreditas em pouco mais do que no dinheiro?
    Custa-me a crer!

    Bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue