Avançar para o conteúdo principal

O Princípio do Fim da Escola Pública

ESTA NOTÍCIA vem acentuar as minhas suspeitas de que a escola pública está perto do fim.

Depois da venda da EDP, da ANA, a futura venda dos CTT, e da acelerada degradação do SNS, a escola pública está a caminhar para o abismo.
O país vai fechar as portas depois de lhe pendurarem uma tabuleta a dizer "LIQUIDAÇÃO TOTAL".
O cheque-ensino, com que tantos vão delirar só de imaginarem os seus rebentos fardados a entrarem no colégio XPTO ao lado do filho da personalidade X ou Y, que chega à escola de Porsche e veste Prada aos fins-de-semana, veio para desmantelar o ensino público. Dar às famílias a possibilidade de escolha da escola que os filhos vão frequentar, dentro da rede das escolas privadas, em vez de ser dentro de uma rede, mais vasta e melhorada, das escolas públicas, é assinar o atestado de óbito (antes mesmo de ser redigido o boletim de nascimento) a uma educação pública de qualidade.
Tornar a educação num negócio é tão mau quanto tornar a saúde num negócio.
Este governo está a conseguir fazer as duas coisas em simultâneo.
Como quem não quer a coisa, atirando areia para os olhos do Tuga Otariadex ou dando-lhe um rebuçado envenenado, este governo vai iludindo um povo sedento de grandezas e com aspirações bem maiores do que os salários, de que um dia vai ser tão rico e famoso quanto um Cristiano Ronaldo ou um Mourinho.

Se não começarmos JÁ a reparar que há mais umbigos para além do nosso, vamos enterrar-nos a todos. E não é num jazigo de família ao lado do da família "X de Y e Z", é numa vala comum.

Imagem DAQUI

Comentários

  1. Honestamente ouvi essa noticia hoje por alto, e também não achei muito bem, acho que vai ser mais um motivo para muitagente viver acima do que pode só por causa das aparências, mas tenho de me inteirar melhor

    ResponderEliminar
  2. Genitrix, isto vai servir é para iludir os tolos de que estão a viver acima das suas possibilidades. Na verdade, vão perder mais do que ganhar.
    Também vou aguardar pelos resumos dos próximos capítulos... Espero estar enganada nas minhas previsões, para bem de todos nós!
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. é com atitudes como estas, que não entendo, não consigo mesmo entender, o que move este (des)governo a levar o país ao caos e a continuar a insistir, dizendo, que estamos no bom caminho para uma estabilidade económica e social.
    não sou político, e pouco sei falar de política... mas que não estamos no bom caminho, não estamos...!!

    quanto a esta, nova, situação do ensino proposta pelo governo, só tiro uma conclusão, para além da já referida pela mammy... que vai ser feito a tantos professores, das públicas, que neste quadro em nada os vai beneficiar na progressão das suas carreiras...?? está previsto, e é a intenção, suja, do governo... reduzir o número de professores convidando-os ao desemprego...!!

    bj...nho

    ResponderEliminar
  4. Sérgio Figueiredo,
    Eu acredito que essa é uma das intenções deste governo: livrar-se da responsabilidade de empregar professores desenvolvendo o ensino privado que supostamente os contratará. Professores e pessoal não-docente.
    :(((
    Bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue

Anita no Facebook

O Facebook anda a fazer-me mal. O chato é que preciso daquilo como ferramenta de trabalho e acaba por ser difícil desligar de vez ou até fazer um intervalinho com fins terapêuticos.
Ultimamente, ando tão farta de por ali andar que já tudo me parece os livros da Anita.
Antes do Verão: Anita corre quilómetros para caber no biquíni
Em férias:  Anita mete o pezinho na areia e o nariz no mar
Em dias de sol: Anita vai à esplanada com as amigas e diverte-se a potes
No fim das férias:  Anita volta para o trabalho chateadíssima, mas, pronto, a vida é assim e tem que trabalhar
À hora das refeições:  Anita cozinha um delicioso jantar cheio de super-alimentos e de baixas calorias ou  Anita vai almoçar a um sítio todo fashion, come imenso marisco e bebe sangria de champagne
Tarde de sábado:  Anita vai a uma exposição qualquer interessantíssima ou Anita sai à rua e vê as pessoas a passar
Sábado à noite:  Anita dança e bebe gin 
Tarde de domingo:  Anita vê um filme com a família ou Anita tem umas flores lindas…

Ler e escrever

Há uma candura e uma vontade de regressar à infância de quem lê e escreve. Ler, e escrever, vai para lá do que é o real. Leva-nos para um mundo imaginário, conduzido por quem escreve, mas só nosso, tão pessoal. Talvez por isso, ler e escrever sejam estreitos encontros com a solidão...

Quando se lê um livro, mergulha-se numa dimensão à parte. Trilha-se um caminho de ficção e trilha-se outro que só existe no nosso interior. Percorrem-se as dúvidas e as certezas, os sonhos e a realidade, como se fossem sempre tão próximos. Parte-se da fantasia para a existência, sem nunca se sair completamente de dentro de nós.
Ler, e escrever, é uma viagem ao tempo em que a imaginação nos comandava as emoções. É explorar o quarto escuro que nos apavorava ou os jardins que nos deslumbravam. É ir, e não voltar, aos lugares onde nos sentíamos sós e incompletos, mas ao mesmo tempo cheios de desconhecimento, inocência e ilusão.
Ler, e escrever, é um exercício egoísta, em que não cabe lá mais ninguém para além d…