Avançar para o conteúdo principal

Cabelo Azul e Mãe-Máquina-Destruidora

Em conversa pré-sono.

-Amanhã, vou pintar o cabelo!
-Eu vou contigo!
-Também queres ir pintar o cabelo?
-Ah ah ah! Sim!
-Vais pintar de que cor? Azul?
-Pode ser... O que é mais barato, pintar o cabelo todo ou madeixas?
-Pintar o cabelo todo. As madeixas são muito caras.
-Então vou pintar de azul com aquelas tintas que não fazem mal... 
-Champô-colorante?
-Sim, isso.
-Não vais, não!
-Porquê?
-Porque eu não deixo. Não tens idade para pintar o cabelo, nem com champô colorante... Pintar o cabelo faz mal, especialmente às crianças.
-Vês, tu és mesmo uma máquina-destruidora!
-Sou?
-Sim, és muito protectora. 
-Achas?
-Sim. Não deixas que aconteça nada de mal a ninguém.
-A ninguém não, só a ti.
-Não, não é só a mim. Lá no Badoca também protegeste aquela menina daquela senhora.
-Qual menina?
-A menina francesa... Quando aquela senhora pôs os filhos à nossa frente... És uma máquina destruidora!
-Mas porquê destruidora?
-Porque levas tudo à frente para protegeres.
-Ah, ok!

Comentários

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue

Estamos a matar a infância das nossas crianças!

Se há cerca de vinte, trinta anos, não se sabia tanto quanto se sabe hoje sobre pedagogia, psicologia ou educação, actualmente este conhecimento é muito mais vasto. Tão vasto que tendemos a instrumentalizar a forma como educamos as nossas crianças.

Olhamos para os nosso filhos e vemo-los como projectos pessoais. Queremos que sejam os melhores e sempre melhores que eles próprios, que estejam sempre a evoluir para que sejam bem sucedidos na vida. É normal, porque independentemente das nossas crenças, queremos o melhor para eles, porque os amamos. Mas esta forma de amar e de os tentar conduzir para o sucesso está a matar-lhes a infância. 
Não são poucas as vezes que ouvimos coisas do género:  "Quero que o Rui seja um óptimo engenheiro";  "Estou a fazer tudo para que a Ana seja a melhor professora que já leccionou";  "O que mais quero é que o André vença no mundo do trabalho como o melhor designer gráfico".
Também dizemos que A ou B tem que frequentar determi…