Avançar para o conteúdo principal

Liberdade de Expressão

O cliché "a tua liberdade acaba, quando a minha começa" não é só um cliché, é também uma verdade. 
Temos toda a liberdade do mundo se não invadirmos a dos outros. 
Secretário de Estado dos Transportes teve alguma razão quando sentiu que invadiam a sua liberdade impedindo-o de falar, mas esqueceu-se que estando a impor a sua palavra também estaria a invadir a liberdade de quem não o queria ouvir. Aconteceu com o Relvas, com o Passos, com o Gaspar, e continuará a acontecer com mais uns tantos membros deste Governo se não se decidirem pela demissão em massa. Apesar de tudo, o Relvas foi o mais esperto e já se demitiu. (Nunca pensei dizer esta frase "o Relvas foi o mais esperto...").
Estamos fartos de os ouvir. Já não conseguimos ouvir nem mais uma palavra do que tenham para nos dizer. 
Impondo-a, impondo-se, estão a invadir a nossa liberdade de não os querermos ouvir. E aí, nós violamos a liberdade deles, impedindo-os de falar. Será assim tão difícil de entender? 
Não pode haver aqui lugar a ofensas ou amuos. Nós somos mais e não os queremos ouvir. Se estamos em democracia, a maioria deve prevalecer. 
Ou não?

Engraçado estar a falar nisto da liberdade de expressão, precisamente no dia em que apaguei um comentário, aqui no blogue, de que não gostei...
Pode parecer contraditório, posso parecer pouco credível quando defendo a liberdade de expressão e a democracia e apago um comentário de que não gostei, só porque não gostei da forma como vinha. Mas não é. Aqui, neste tasco, quem manda sou eu (temos pena mas é assim) por isso só publico os comentários que eu quiser.

Se o amigo anónimo, que escreveu o comentário que eu apaguei, não sabe, eu explico-lhe: aqui aceitam-se todos os tipos de comentários, por mais tramados que sejam, desde que não contenham má-educação e ofensas gratuitas. Podem ter palavrões, pontos de vista diferentes dos meus, críticas e até mesmo ofensas, desde que estas não sejam gratuitas e vindas do nada. Porquê? Porque este blogue é meu! E quem dita as regras neste cantinho minúsculo da blogosfera sou eu! 
Se o amigo anónimo que aqui poisou, não gostou do que leu, há imensos outros blogues por aí, que com certeza o agradarão mais, é só clicar ali em cima, onde diz "blogue seguinte" e sair da área. Se, por outro lado, não gostou do que leu e quer mostrar esse descontentamento, pode comentar, mas COM EDUCAÇÃO. Claro que arriscar-se-á sempre a que, quando passar aqui pela censura, eu, ditadora-mor, o apague. É um risco que pode (ou não) correr, conforme o que achar mais indicado. Afinal estamos em democracia! 

Ou não?

Comentários

  1. Para mim a falta de educação também desacredita qualquer verdade, convicção ou ponto de vista, por mais correcto que esteja.

    (obrigada pelo carinho)
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  2. Tanita linda, que saudades! Já te tinha procurado no blogue...
    Ainda em modo pausa?
    Espero que esteja tudo a correr bem!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue