Avançar para o conteúdo principal

Parabéns!!!!!!

Este blogue fez um ano na sexta-feira e eu nem lhe dei os parabéns... Sou uma "mãe de blogue" muito desnaturada...

Imagem retirada DAQUI

Para afogar as mágoas, vou ali beber uma litrada de cerveja e, para me redimir da grande falha que foi este esquecimento (e de ter bebido uma litrada de cerveja), vou dar 100 saltos em pé-coxinho com uma garrafa  de cerveja cheia na mão e dizer "mãe de blogue desnaturada, mãe de blogue desnaturada!"

Ah e antes que me esqueça, outra vez... 

PARABÉNS SER MÃE É TRAMADO!

Não se admirem se eu não voltar!

Comentários

  1. Parabéns para o teu cantinho que eu gosto tanto de ler. e que venham mais para animares os meus serões. b´jito!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, Magda E.! :)))
    Assim, espero (virem mais e animar os teus serões)!
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Só um ano???

    A sério, podia jurar que já cá passo há bem mais tempo do que isso... daqui podes ver como gosto de cá passar! :)

    Parabéns!

    Ah e faz favor de agora não desaparecer!

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigado por este ano de partilha!!!!

    CBS

    ResponderEliminar
  5. Naná,

    A possibilidade de eu não voltar foi-se... Não havia cerveja cá em casa. :(
    Obrigada pela companhia ao longo deste ano, és das minhas primeiras companheiras na blogosfera!
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Anónimo,

    Obrigada eu, pela companhia!
    CBS???

    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Muitos parabéns!! Desculpa o atraso!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue

O Pintas

Estudei Gestão Equina numa terra no centro de Portugal.
A escola dividia-se entre uma antiga escola, no centro da aldeia, convertida em internato masculino e salas de aulas e uma herdade a uns setecentos ou oitocentos metros já quase fora da localidade.
Os alunos tinham aulas ora na escola, ora na herdade e seguiam geralmente a pé de um lado para o outro.
Um dia, o Pintas apareceu por lá (já não me lembro bem onde o encontrámos pela primeira vez), um cão talvez arraçado de dálmata, pois era branco com pintas negras.
Deram-lhe o nome de "Pintas", mas havia quem o chamasse de "Beethoven". Na verdade, podiam chamá-lo como quisessem que o cão reconhecia quando a conversa era com ele.
O Pintas fazia o caminho herdade/escola e escola/herdade vezes sem conta. Penso que a intenção era acompanhar os seus amigos preferidos no caminho que separava as duas instalações escolares... Seguia a nosso lado como se fosse mais um aluno. Deixava-nos na herdade e seguia de novo para a …