Avançar para o conteúdo principal

O Guloso

Há um homem aqui na terrinha que nutre uma admiração intensa pelo my baby, tão mas tão intensa, que me fuzila com o olhar quando estou na companhia dele (do my baby, claro).
Esse homem é homossexual assumido. 

Atenção: Não tenho nada contra homossexuais, antes pelo contrário, tenho tudo a favor. Acho que os homossexuais devem ser assumidos, não faço a mais pequena distinção entre quem é homo ou heterossexual, e concordo com ele quando acha que my baby é um digno objecto de admiração (ou eu também não o admiraria!).

Esse homem tem um namorado e, lógico, vai às compras com ele como qualquer casal. Cruzamo-nos várias vezes com eles no supermercado. 
Sempre que isso acontece, ele gala my baby descaradamente, seguindo-o com o olhar até o perder de vista. Confesso que me sinto orgulhosa de tamanha admiração, paixão, ou lá o que é, e nada ciumenta, pois tenho a certeza que ele não atrai minimamente my baby
Talvez por my baby não ser, nem um bocadinho, homofóbico, tem uma aura que atrai os homens que o são e, cada vez que o vêem, ficam loucos.

Este homem é um deles e "bota louco e descarado nisso": ele é capaz de ficar hipnotizado com my baby na presença do seu namorado, sem tentar disfarçar e quase ignorando o outro desgraçado.

Ontem, cruzei-me com ele. Ia sem namorado e eu também ia sozinha. 
Não é que o gajo, quando se apercebe quem eu sou, a mulher da sua paixão-nada-secreta, revista-me com o olhar como quem diz "onde é que o escondeste, sua cabra?"

Eu, que tenho dias em que não sou nada simpática (não é para me gabar, mas às vezes consigo até ser extremamente antipática, é um dom, cada um tem o seu e o meu é este, o que é que querem?) solto uma gargalhada muda, daquelas das bruxas das histórias para crianças, e respondo-lhe, também com o olhar: 

- Ah ah ah ah, isso querias tu saber, seu gulosão!

Mensagens populares deste blogue

Macacos do Nariz

O J. voltou a perguntar qual era o verdadeiro nome dos macacos do nariz e, uma vez mais, não lhe soubemos responder.
O pai tentou: -Detritos nasais!
Eu tentei: -Fluídos nasais secos!
As nossas tentativas não satisfizeram nenhum de nós três ...  O J. diz: -Temos que perguntar à Drª, como ela é médica deve saber ...
Fiquei a pensar onde poderia encontrar a resposta a esta questão sem ter que perguntar à médica ... 
Consultei a enciclopédia, o dicionário, procurei na net e ... nada, nem a mais pequena referência à designação científica para macacos do nariz ...

Confesso que nunca me tinha passado pela cabeça que os macacos do nariz tinham outro nome ...

As coisas em que este miúdo me põe a pensar ...

Este blogue vai descansar uns diazinhos, mas volta, com a maior brevidade possível!


Anita no Facebook

O Facebook anda a fazer-me mal. O chato é que preciso daquilo como ferramenta de trabalho e acaba por ser difícil desligar de vez ou até fazer um intervalinho com fins terapêuticos.
Ultimamente, ando tão farta de por ali andar que já tudo me parece os livros da Anita.
Antes do Verão: Anita corre quilómetros para caber no biquíni
Em férias:  Anita mete o pezinho na areia e o nariz no mar
Em dias de sol: Anita vai à esplanada com as amigas e diverte-se a potes
No fim das férias:  Anita volta para o trabalho chateadíssima, mas, pronto, a vida é assim e tem que trabalhar
À hora das refeições:  Anita cozinha um delicioso jantar cheio de super-alimentos e de baixas calorias ou  Anita vai almoçar a um sítio todo fashion, come imenso marisco e bebe sangria de champagne
Tarde de sábado:  Anita vai a uma exposição qualquer interessantíssima ou Anita sai à rua e vê as pessoas a passar
Sábado à noite:  Anita dança e bebe gin 
Tarde de domingo:  Anita vê um filme com a família ou Anita tem umas flores lindas…