Avançar para o conteúdo principal

Menino Triste

Há um menino, que vejo todos os dias à porta da escola do J., que tem um olhar de uma tristeza, que me corta o coração...
Ele conhece-me e sorri para mim, esboça-me um sorriso tão triste, quanto o seu olhar... Apetece-me abraçá-lo, eu que não gosto de abraços, fico cheia de vontade de o abraçar e dizer-lhe "não fiques triste, eu gosto de ti", mas não abraço e não digo... Fico ali só a sorrir-lhe e a recalcar a minha vontade... Que triste que eu sou!

Quando o pai chega, ele desvia os olhos de mim, como se fosse uma vergonha olhar para outro lado que não o chão, e o braço do pai, pesado, sobre os seus pequenos ombros encaminha-o para longe da escola, dos olhares, dos amigos, de mim... Ele afasta-se, mas a sua tristeza cola-se-me à alma...
Sei que este menino é agressivo com os colegas, sei que se mete em brigas com muita facilidade e penso no que raio se passará para ele sentir aquela tristeza toda e deixá-la apoderar-se dele...

Cada vez que o vejo, tenho esperança que o seu sorriso já não seja tão triste... 

Mas todos os dias, o sorriso que me reserva é um grito mudo que me rasga por dentro e, em jeito de resposta, eu tento dizer-lhe baixinho, só com o olhar:

Gosto de ti!

Comentários

  1. Amanhã diz-lhe por palavras, baixinho a ele :)

    ResponderEliminar
  2. Continua a dizer-lhe com o teu olhar ou em voz baixa como diz a Tanita, acredito que o teu olhar possa fazer toda a diferença na vida dele.
    Deixa que te diga que só nesse gesto se vê como és bonita por dentro Mammy.

    ResponderEliminar
  3. A maior causa dessas situações são a falta de amor e carinho. Ou pelo menos, a demonstração dos mesmos.

    ResponderEliminar
  4. Gypsy,
    Concordo contigo, penso que é isso que passa com ele...

    Tanita, Mar, Naná,
    Vontade não me falta, mas penso que poderá ser mal interpretado, por isso prefiro ficar-me pelo olhar. Acho que ele consegue perceber o que lhe quero dizer. Assim espero...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Coitadinho desse miudo, provavelmente ele é assim na escola, pois é assim em casa que lidam com ele, espero que não.
    Continua a sorrir para ele, ve se o teu menino não quer ser amiguinho dele

    ResponderEliminar
  6. Já experimentaste falar com uma educadora, ou alguém da escola? Na volta não serve de nada, mas ficamos sempre a pensar que podíamos fazer qualquer coisa.

    ResponderEliminar
  7. Não serve mesmo de nada, eu sei quem são os pais dele e, apesar de não saber o motivo concreto da tristeza, imagino.
    Mas obrigada pela dica!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue