Avançar para o conteúdo principal

Desabafo

Às  vezes, quando faço um rewind à minha vida, penso que não consegui fazer nada de jeito.
Se morresse neste momento, o que ficaria de mim neste mundo? 

Algumas lembranças em quem me ama, nada mais!

Comentários

  1. Não sei... talvez. Gostava de ter capacidade para deixar mais qualquer coisa...

    ResponderEliminar
  2. Capacidade para fazer o quê? Isso é que é importante, mas é o mais difícil: saber o que é que se quer fazer. Eu sofro do mesmo mal...

    ResponderEliminar
  3. Também não sei, mas sinto que estou a desperdiçar a vida se não fizer nada de realmente importante... :)

    ResponderEliminar
  4. A questão é descobrir o que é que é realmente importante... :)

    ResponderEliminar
  5. É isso mesmo! Vou tentar! Obrigada! :)

    ResponderEliminar
  6. Eu sei que não é fácil... este desabafo podia ter sido feito por mim... também ando numa fase em que olho para trás e, tirando os meus filhos, não vejo nada...

    ResponderEliminar
  7. Definiste tão bem esta sensação! É mesmo olhar para trás e não ver nada, além dos filhos, claro. Eles são o produto mais perfeito que alguma vez conseguiríamos fazer.

    ResponderEliminar
  8. Olha que às vezes também penso o mesmo de mim...

    ResponderEliminar
  9. Conhecer alguém aqui e ali…

    Um beijo de Nita.
    De bom dia.

    ResponderEliminar
  10. E se em vez de olhares para tràs olhares para a frente e veres a possibilidade de fazer o que ainda não foi feito?

    ResponderEliminar
  11. Felina
    É uma óptima sugestão, é isso mesmo que devo fazer.
    Contudo, primeiro, preciso descobrir o que quero fazer, como disse tão bem a Dorushka. É aí que está o cerne da questão, o qual me tem perseguido toda a minha vida, sem, porém, nunca se ter definido...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...

Mensagens populares deste blogue