Avançar para o conteúdo principal

Um Pequeno Passo Para a Humanidade, Mas Um Grande Passo Para o J.

Hoje, na nossa conversa da noite antes de dormir, falámos sobre o espaço, o sistema solar, o Sol, os extra-terrestres, a Lua, a bandeira americana, Neil Armstrong e os seus pés ... Sim, os seus pés ...

Imagem retirada da Wikipédia
A propósito da ida à Lua, o J. disse-me:

-Sabes qual foi o pé do Neil Armstrong que pisou primeiro a Lua?
- Não ...
- Foi o pé esquerdo!
- Como sabes isso? Quem te disse?
- Sei ... Das perguntas ...
- Quais perguntas?
- Daquele jogo onde fazemos perguntas um ao outro e depois vemos as respostas na parte de trás dos cartões ...

O J. tem um jogo que consiste numa série de cartões com perguntas de cultura geral, com as respostas no verso. Não é um jogo para a idade dele, porque tem perguntas difíceis, mas costumávamos jogá-lo antes de deitar, alternado com as histórias (para desenjoar). 

Já tinha reparado que ele decorava muitas respostas e dizia-as como se soubesse muito bem do que estava a falar, mas ainda não me tinha apercebido que ele já conseguia aplicar os conhecimentos na vida ...

Por isso, hoje, estou mãe babada!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Pintas

Estudei Gestão Equina numa terra no centro de Portugal.
A escola dividia-se entre uma antiga escola, no centro da aldeia, convertida em internato masculino e salas de aulas e uma herdade a uns setecentos ou oitocentos metros já quase fora da localidade.
Os alunos tinham aulas ora na escola, ora na herdade e seguiam geralmente a pé de um lado para o outro.
Um dia, o Pintas apareceu por lá (já não me lembro bem onde o encontrámos pela primeira vez), um cão talvez arraçado de dálmata, pois era branco com pintas negras.
Deram-lhe o nome de "Pintas", mas havia quem o chamasse de "Beethoven". Na verdade, podiam chamá-lo como quisessem que o cão reconhecia quando a conversa era com ele.
O Pintas fazia o caminho herdade/escola e escola/herdade vezes sem conta. Penso que a intenção era acompanhar os seus amigos preferidos no caminho que separava as duas instalações escolares... Seguia a nosso lado como se fosse mais um aluno. Deixava-nos na herdade e seguia de novo para a …