Avançar para o conteúdo principal

O Menino e o Cavalo


Ando a ler um livro, que comecei há cerca de dois anos, mas parei por falta de tempo (esta é a minha desculpa oficial) que se chama O Menino e o Cavalo. 

É escrito por um pai (Rupert Isaacson) de um menino autista, que resolve levá-lo numa viagem pela Mongólia, a cavalo, com o objectivo de aumentar a interacção do filho com o mundo que o rodeia, pois tinha constatado que os cavalos potenciavam essa interacção e descoberto uns xamãs mongóis bem afamados que talvez pudessem ajudar a criança.

A beleza do livro está na intensidade do amor do pai pelo filho e na incerteza de estar a agir correctamente quando leva avante um plano tão louco como o de atravessar a Mongólia, a cavalo, com um filho sobrecarregado pelas limitações próprias do autismo.

Apesar de ser um livro que estou a gostar, não consigo lê-lo de uma só vez, tendo que fazer vários intervalos ... Às vezes, nesses intervalos, acabo por ler outros livros (para os quais vou arranjando tempo, milagrosamente). Ando nisto há dois anos ...  Parece incrível!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Estamos a matar a infância das nossas crianças!

Se há cerca de vinte, trinta anos, não se sabia tanto quanto se sabe hoje sobre pedagogia, psicologia ou educação, actualmente este conhecimento é muito mais vasto. Tão vasto que tendemos a instrumentalizar a forma como educamos as nossas crianças.

Olhamos para os nosso filhos e vemo-los como projectos pessoais. Queremos que sejam os melhores e sempre melhores que eles próprios, que estejam sempre a evoluir para que sejam bem sucedidos na vida. É normal, porque independentemente das nossas crenças, queremos o melhor para eles, porque os amamos. Mas esta forma de amar e de os tentar conduzir para o sucesso está a matar-lhes a infância. 
Não são poucas as vezes que ouvimos coisas do género:  "Quero que o Rui seja um óptimo engenheiro";  "Estou a fazer tudo para que a Ana seja a melhor professora que já leccionou";  "O que mais quero é que o André vença no mundo do trabalho como o melhor designer gráfico".
Também dizemos que A ou B tem que frequentar determi…