domingo, 7 de maio de 2017

Leio-te Mal?

Leio-te um olhar infeliz apesar do sorriso que trazes nos lábios.
Como é penoso fingirmos a nós mesmos que nos basta o que não basta.
O brilho que se esfumou do teu olhar para onde foi? Procuro-o no teu rosto sem o encontrar.
Leio-te só apesar da gente que te rodeia.
Leio-te longe de ti. Dos teus. Desterrada das tuas raízes, tentando enraizares-te aonde não pertences.

Leio-te mal?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...