quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Nasceste-me

Nasceste-me no momento em que vi o tracinho rosa. É desde aí que me existes. Ainda um esboço do que és hoje, mas tão inteiro já.
Vives-me e cresces-me e amo-te para além do possível. 
Fizeste onze anos há uns meses e eu vou fazendo anos, meses e dias de ti...
Estamos crescidos, meu amor!

sábado, 22 de agosto de 2015

Perguntinha Que Me Importuna Há Já Vários Anos

Porque é que as mulheres com os pés mais feios são as que têm a mania de os fotografar?
Alguém me tira desta inquietação, por favor?

terça-feira, 11 de agosto de 2015

E que saudades eu tenho de escrever aqui...

Tem sido difícil. 
E se vos dissesse que tenho andado agarrada ao computador quase 24h / 24h? Não seria uma boa desculpa para a ausência, pois não?
Mas é a mais pura das verdades! Arre!