terça-feira, 2 de junho de 2015

Tempo

Vivemos com o tempo desajustado. Vivemos um presente de olhos postos no futuro. Preparamos os filhos para uma vida que virá e esquecemo-nos que eles não são só futuro. São presente e passado. 
Idealizamos as fases da vida em tempos estranhos: as crianças serão amanhã; os velhos foram ontem e os adultos são o presente. Presente envenenado. 
Roubamos a vida aos velhos e às crianças acreditando que estão fora dos seus tempos. Não estão. Estamos nós. Completamente enganados.

2 comentários:

  1. Se ignorares o tempo psicológico o passado serve somente pela experiência adquirida.
    O futuro, serve só para gerar ansiedade. Se puderes, não penses nele 😄

    ResponderEliminar

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...