quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

A Minha "Explicação dos Pássaros"

Hoje, vou explicar-vos um pássaro que pousou neste blogue. Este:

Clínica do Avô

Já devem ter reparado que não sou mulher de publicidades.
Neste blogue nunca aconteceram passatempos. "Ponha like aqui, ali e acolá que ofereço uns chinelos muita giros" não é a minha especialidade. "Olhem aqui que giro este produto espectacular que acabei de comprar e adoro" não acontece por cá amiúde. "Comprei a saia xpto na Zara, Mango ou feira de Carcavelos" também não faz o meu género. Etc, etc, etc...
Nunca houve nada disso por aqui, e não houve, porque nunca foi do meu interesse fazer deste blogue "o intervalo grande da telenovela em horário nobre".
Este blogue, da categoria que acarreta, só poderia ser a própria telenovela e nunca um mero intervalo por muito grande que este fosse.
Visto não ter conseguido concretizar a cena da telenovela, vamos mas é ao que interessa.

Como já devem ter reparado, tenho ali ao lado uma imagem da Clínica do Avô (por baixo da das Mães Portuguesas a que pertenço como cronista). Ah e tal isso é publicidade...
Pois é. E porque é que decidi alojar (salvo seja) a Clínica do Avô no meu blogue tão limpinho de publicidade?
Porque acredito que o serviço que prestam é um dos mais importantes para esta sociedade envelhecida que, apesar de envelhecida, não pensa nos seus idosos, nem os considera enquanto pessoas íntegras e autónomas. Mas, também, porque se há coisa que quero manter na minha velhice (se algum dia lá chegar) é a liberdade. E a Clínica do Avô, ao contrário de alguns organismos do Estado que, infelizmente, funcionam deficientemente - por motivos que não vou explanar neste post, mas que dará um outro muito extenso - fornece serviços ao domicílio que promovem essa liberdade e autonomia que tanto preservo, evitando, assim, que as pessoas de mais idade tenham de sair da própria casa e ir viver para lares se quiserem usufruir dos cuidados básicos que protegem as suas integridades física e psicológica.

Por isso, aviso que se vos aparecer por aqui mais alguma imagem que vos pareça estranha será de coisas em que acredito e não porque a marca x ou y me vai oferecer um champô, um creme para a cara ou umas cuecas.

Já viagens à volta do mundo, uma casa à beira-mar ou rios de dinheiro a escorrer para a minha conta estou aberta a ofertas.
O meu e-mail está ali mesmo por cima das imagens. Conseguem vê-lo?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...