terça-feira, 10 de junho de 2014

Chego Tarde

Tento adivinhar-te
Aqui, a esta pouca distância

Será que já dormes?

Imagino-te o sono lento
E solto
A respiração compassada
As costas trémulas
Acordar-te
Ou adormecer-te no meu regaço

Será que já dormes?

E chego tarde
Como sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...