sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Vou Contar-vos Um Segredo #7

Tenho cá para mim, que se a parvoíce matasse, já tinha visto uma certa pessoa cair como que fuzilada no chão, vezes e vezes sem conta. Sempre que ela abre a boca, sai asneira. É que nem dá tempo para lhe entrar uma mosquinha pelas goelas adentro, porque a asneira sai rápida como uma flecha.
Se não fosse a santa paciência que fui aprendendo a cultivar para aturar abéculas de tão grandes dimensões, já a tinha, eu própria, fuzilado, visto que a parvoíce não se encarrega disso!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...