quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Diz-se...

Diz-se, aqui por casa, que ainda se vai descobrir que esta menina, afinal, é uma deputada do partido do governo a fazer campanha "pró muito mais" austeridade. 
Se há quem viva um ano com 1111€, e ainda lhe sobre dinheiro, nós, imensos sortudos, poderemos viver à grande com um salário mínimo para gastar num curtíssimo mês.

E não me venham dizer que isto só poderia sair de uma cabeça como a minha, que tem a mania da conspiração, porque quem esteve todo o jantar a conspirar foram o pai do J. e sua digníssima sogra, ok?

6 comentários:

  1. Todas conseguíamos se tivéssemos quem nos pagasse as contas ou vivesse numa comunidade do tipo hippie. Claro que se podem trocar serviços mas numa sociedade como a nossa isso é sempre possível?
    Preciso de um medicamento vou à farmácia e proponho-me arrumar-lhes os armários porque empregada de limpeza já devem ter...

    A moça está a "gozar" com os que
    acreditam nela!
    Resta saber que "coisas" ela trocou esta é a parte "suja" da minha mente a sussurrar-me ao ouvido.

    Gostava que ela tivesse feito um diário:):):)
    Que o Gaspar não venha a ter conhecimento da sua existência, é um dos meus votos para este ano rsrsrsrsrs
    Abracinho meu!

    ResponderEliminar
  2. Ora bem que dizer. Pois que a menina ou tem pais ricos, ou está a mentir ou então teve mesmo imensa sorte, porque viver um anos com 1000 euros...

    ResponderEliminar
  3. Maria Teresa,
    O Gaspar e a Troika. Já não sei bem quem é que manda mais na austeridade, se um, se os outros...
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Tanita,
    Também não sei, mas que ela agora é só palestras e workshops, lá isso é.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Se ela tivesse filhos eu queria ver como é que ela conseguia isso... no entanto, há um mérito que lhe temos que dar... é que realmente vivemos numa sociedade demasiadamente orientada para compras com dinheiro, quando se pode perfeitamente fazer algumas trocas-directas.

    ResponderEliminar

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...