sábado, 11 de agosto de 2012

O Guloso

Há um homem aqui na terrinha que nutre uma admiração intensa pelo my baby, tão mas tão intensa, que me fuzila com o olhar quando estou na companhia dele (do my baby, claro).
Esse homem é homossexual assumido. 

Atenção: Não tenho nada contra homossexuais, antes pelo contrário, tenho tudo a favor. Acho que os homossexuais devem ser assumidos, não faço a mais pequena distinção entre quem é homo ou heterossexual, e concordo com ele quando acha que my baby é um digno objecto de admiração (ou eu também não o admiraria!).

Esse homem tem um namorado e, lógico, vai às compras com ele como qualquer casal. Cruzamo-nos várias vezes com eles no supermercado. 
Sempre que isso acontece, ele gala my baby descaradamente, seguindo-o com o olhar até o perder de vista. Confesso que me sinto orgulhosa de tamanha admiração, paixão, ou lá o que é, e nada ciumenta, pois tenho a certeza que ele não atrai minimamente my baby
Talvez por my baby não ser, nem um bocadinho, homofóbico, tem uma aura que atrai os homens que o são e, cada vez que o vêem, ficam loucos.

Este homem é um deles e "bota louco e descarado nisso": ele é capaz de ficar hipnotizado com my baby na presença do seu namorado, sem tentar disfarçar e quase ignorando o outro desgraçado.

Ontem, cruzei-me com ele. Ia sem namorado e eu também ia sozinha. 
Não é que o gajo, quando se apercebe quem eu sou, a mulher da sua paixão-nada-secreta, revista-me com o olhar como quem diz "onde é que o escondeste, sua cabra?"

Eu, que tenho dias em que não sou nada simpática (não é para me gabar, mas às vezes consigo até ser extremamente antipática, é um dom, cada um tem o seu e o meu é este, o que é que querem?) solto uma gargalhada muda, daquelas das bruxas das histórias para crianças, e respondo-lhe, também com o olhar: 

- Ah ah ah ah, isso querias tu saber, seu gulosão!

4 comentários:

  1. ahahah... o que me fartei de rir com este teu post. é que poderia ter sido escrito por mim... até no teu pequeno dom... e mm ontem falava sobre isso com "o meu baby"...q raio tem ele para atrair tanta atenção dos homesexuais... hehehe

    ResponderEliminar
  2. Desculpa lá, Magda, mas o meu dom não é nada pequeno, é bem grande! Consigo ser extremamente antipática! Lol
    Neste caso, não o utilizei em toda a sua plenitude, mas há alturas em que uso! ;)))
    Os nossos "babbies" são gostosos, é isso! Eh eh eh eh!!!
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. lol... não penses que o meu é pequeno, não. o meu "baby" trabalha num café e até as velhas se metem em sentido qd me vêm chegar..lol...que hei-de fazer? não gosto de distribuir sorrisos a desconhecidos... ;)por isso sou a "antipática".

    ResponderEliminar
  4. Eh eh eh eh!!!
    Magda, a Terrível, que assusta velhinhas!
    Lol
    Bjs

    ResponderEliminar

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...