sábado, 12 de maio de 2012

MEDOOOOO!!!!!

Ontem, almocei no Wok To Walk. 
Como sabem, os funcionários desta cadeia de restaurantes são maioritariamente imigrantes, brasileiros, com pouca formação académica, de baixo nível económico. Apesar disso, todos os que me atenderam foram simpáticos, bem-educados, cordiais.
Enquanto esperava pela minha vez, fui observando a cliente que estava à minha frente. Rapariga nova, de uns vinte e poucos anos, bem arranjada, com sinais de quem tem dinheiro suficiente para o telemóvel caro, para a mala e os sapatos de marca, com aspecto de quem tirou um qualquer curso superior. Portanto, em vantagem aparente no que diz respeito ao nível de educação recebido, relativamente aos empregados que a atendiam.

Mas a rapariga fez o seu pedido de uma tal forma, que me deixou envergonhada. A petulância com que se dirigia aos empregados tocava a má-educação, tocava não, estava mesmo para lá da má-educação. Tratava-os como se fossem seres menores, se é que isso existe, como se tivessem a obrigação de a servirem, como se fosse essa a única razão da sua existência, servirem-na. 
Confesso que me deixou com vontade de lhe bater. Como é possível haver pessoas assim, que, segundo o que parecia, reunia todas as condições para ser bem-educada?

Vi ali confirmada a minha velha teoria que a formação, a aparência ou o nível económico nada têm a ver com a educação. Os empregados estiveram a anos-luz da menina nessa matéria! 

Este país está cheio de meninas (e meninos) como esta, que nos tentam enganar com a aparência, e conseguem. 
Não vejo fazer-se nada para combater isto, não vejo o Estado, ou melhor o Governo de Portugal porque o Estado já não existe, mexer uma palha que seja para promover a Educação. 
E isso assusta-me... Oh se assusta! 
MEDOOOOO!!!!

9 comentários:

  1. bem essa falta de educação que falas não é culpa do governo, é culpa dos papás que dão tudo e não cobram nada, não exigem ...

    Bjo
    Maggie

    ResponderEliminar
  2. Eu não disse que era culpa do governo, disse apenas que não se promove a Educação em Portugal. São coisas diferentes...
    ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. são valores que têm que começar em casa. essa é a base de tudo!

    ResponderEliminar
  4. a educação tem que ser dada em casa.

    ResponderEliminar
  5. Realmente existe uma grande falta de educação e com tendencia a piorar. Como mães que somos vamos inverter essa tendência e educá-los da melhor forma. Como diz a Maggie vamos cobrar aos nossos filhos, vamos ensina-los a pedir desculpa, a dizer obrigada, bom dia e boa tarde (que por enquanto ainda é de borla).

    ResponderEliminar
  6. Acho que não me entenderam bem ou fui eu que não me expliquei da melhor maneira.
    Quando falo no Estado ou no Governo (como preferirem), refiro-me a promover-se a Educação de um modo geral, não falo nos "por favor" ou "obrigado", falo na cultura, no enriquecimento pessoal, no respeito pelo próximo, na não-discriminação que deve ser apoiada e incentivada por quem nos governa, porque a riqueza de um povo está nisso mesmo... Não está na existência, ou não, da inflação, da dívida externa, nos sapatos e mala Cartier, no telemóvel de última geração ou na maior árvore da Natal da Europa, está nas pessoas!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Pessoalmente acho que esse tipo de educação que falas depende muito dos pais. O ser gentil, simpático paciente,... deve-se aprender com os pais, porque são os modelos dos mais pequenos.Bjinhos

    ResponderEliminar
  8. Art And Life,
    Concordo, mas não te esqueças que há pais e pais. Alguns não fazem ideia do que é educação, por isso não a podem dar.
    Tal como os filhos há pais que também precisam de ser educados.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Totalmente de acordo, mas educar pais é bem mais difícil!

    ResponderEliminar

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...