segunda-feira, 12 de março de 2012

Motivação

Há alguns anos, dei aulas de equitação a crianças e a melhor dádiva com que me podiam agraciar era virem motivadas. A alegria com que chegavam às aulas era metade do meu trabalho feito. Quando não estavam motivadas, tentava mostrar-lhes as coisas boas da equitação e dos cavalos e reconquistar a alegria e a vontade de montar, pois sempre acreditei que quando se gosta realmente de uma coisa pode-se ser muito melhor.

Ter alunos motivados é a melhor coisa que um professor pode ter, pois basta ensinar-lhes a técnica e moldar-lhes a motivação para que os alunos tirem o maior proveito do que lhes ensinamos.
É por eu acreditar tanto na importância da motivação, que me fazem impressão aqueles professores que tentam acabar com ela sem dó nem piedade, que fazem questão que os seus alunos desanimem, que permitem que eles se sintam em baixo e que se dão ao trabalho de inventar verdadeiras manobras acrobáticas para tornarem as aulas num verdadeiro tormento.

Especialmente quando se trabalha com crianças, as aulas têm que ser dadas de uma forma o mais lúdica possível, porque não podemos carregá-las com o peso da responsabilidade, senão elas não aguentam a pressão e o stress e acabam por desanimar.

Corrigir os erros de forma castradora e autoritária, destrói a auto-estima e, um aluno sem auto-estima, é meio caminho andado para que não seja bem sucedido.
Não me parece que o objectivo de um professor, que goste de ser professor, seja ver os alunos falhar, mas infelizmente vejo alguns a retirarem algum prazer nisso, coisa que me aflige particularmente. 

6 comentários:

  1. E ver crianças falhar não deve ser nada bom, nem gratificante. Olha podes dar-me um aula hoje? preciso de motivação! Bj**

    ResponderEliminar
  2. Eh eh eh!!!
    De equitação? É que não sei dar aulas de mais nada!
    ;)
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Aulas que envolvem estar com animais é do melhor!! Infelizmente há muitos professores pouco inspiradores, e conheço uma pessoa que diz que a motivação não é o professor que dá é o aluno que ganha. Nem te digo a discussão que tivemos, ela continua a achar que tem razão, eu continuo a achar que está errada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, muita gente ainda pensa assim...
      A motivação nem sempre tem que ser dada pelo pelo professor, mas é importante que ele a saiba cativar, não só para bem do aluno, mas também para que o próprio professor se sinta realizado com aquilo que ensina.
      Posso estar errada, mas é assim que vejo este assunto.
      Bjs

      Eliminar
  4. Acho que a atitude de um professor tem muita importância, uma falha na sua atitude pode destruir a motivação genuína do aluno, excluindo os casos de alunos problemáticos que precisam de um acompanhamento especial

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, Felina. Apesar de achar que nem sempre têm que ser os professores a motivarem os alunos, acho que não podem nunca, de maneira nenhuma, destruírem-lhes a motivação.
      Bjs

      Eliminar

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...