quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Toca a improvisar!

Eu e o pai do J. estávamos em pleno "tête-à-tête", na cozinha, quando o J. entra e diz uma "queridice", que me deixa completamente derretida...
Eu agarro-lhe na cara com as duas mãos, dou-lhe um beijo repenicado na testa e quando vou a abrir a boca para falar, ele diz:

-Já sei o que vais dizer: "Sabes que te amo muito?" Era, não era?

Porra, não me sabia assim tão previsível! Tenho que começar a inovar os meus deleites maternais... 
...Urgentemente!

6 comentários:

  1. Ohhh que lindo esse seu blog!!! Sou super seguidora!!!

    Gostaria de uma visitinha sua e de seus amigos no meu blog. Eu sou Renata, ainda não sou mãe, mas sou psicóloga e pesquiso no mestrado sobre O SIGNIFICADO DA MATERNIDADE!

    Seja muito bem vinda em meu cantinho virtual para contribuir como quiser para essa bela pesquisa que é uma importante missão para mim!!!

    http://amoreirando.blogspot.com/2011/12/pesquisa-maternidade.html

    com carinho,
    Renata.

    ResponderEliminar
  2. Olá, Renata!
    Fico contente por gostar de me visitar!
    O seu trabalho para o mestrado deve bem complicado, não? O significado da maternidade não é matéria fácil! :)
    Irei ao seu cantinho virtual, com certeza.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. que lindo... ele tem a certeza que o amas, por isso ja decorou a frase

    ResponderEliminar
  4. Mammy,
    na previsibilidade também estão as coisas boas.
    BOM NATAL repleto de mimos. Bj**

    ResponderEliminar
  5. Nutella,

    Visto por esse ponto de vista,não me parece assim tão mau!!!
    :))
    Bjs

    Tanita,

    Tens razão, mas eu não gosto nada de me sentir previsível! ;)
    Bjs

    BOM NATAL (para as 3 aqui em cima)

    ResponderEliminar
  6. Pseudo,
    Apagado! E também acontece aqui por casa...
    ;))
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...