quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

E Quando a Febre Nos Brinda Com Uma Descida...


-Mãe, eu não gosto que haja gente pobre...
-Não? E como achas que poderá deixar de haver?
-Como o Robin do Bosques fazia!
-A roubar aos ricos para dar aos pobres?
-Sim!
-E achas que está correcto roubar a uns para dar a outros?
-Não acho que se deva roubar, mas só assim é que podia ser...
-E se o dinheiro estivesse mais bem distribuído, não era melhor?
-Não! A melhor maneira era deixar de haver dinheiro!
-E como comprávamos a comida e as coisas que precisávamos?
-Era tudo grátis e íamos ao supermercado buscar o que precisássemos... Sem pagar!
Gostei da ideia.

Depois de extinguirmos a pobreza, continuámos o nosso delírio pós-febre a tentar arranjar um lugar para onde enviar o Sr. Paulo Macedo (Ministro da Saúde). Passaram-nos vários locais pela cabeça:

A primeira ideia foi enviá-lo para o espaço sem capacete, mas desistimos, porque nenhum de nós queria que o sr. morresse, apenas queríamos que ele parasse de dar cabo da nossa saúde. Depois pensámos na China, na Etiópia e acabámos por escolher...

...Outra galáxia!
(Mas iria com capacete, claro!)

É óbvio, que ficámos, os dois, cheios de pena dos extraterrestres, mas antes o sr. chateá-los a eles do que a nós!

Ah, e ainda há a possibilidade de os extraterrestres não terem um SNS para destruir!

3 comentários:

  1. Cotados dos extraterrestres!
    kis .=) BFSEMANA

    ResponderEliminar
  2. Com ideias geniais desta ainda entramos no guiness como país a não seguir!
    As melhoras rápidas do pequeno.
    Bj**

    ResponderEliminar

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...