segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Comfort Zone

Sábado à noite fui sair...
Onde é que eu fui, onde é que eu fui? Hã?

Vejam lá se conseguem adivinhar...

O quê???? Não consigo ouvir-vos!


Tcharam, tcharam...




Fiquei no sofá...

...mas no sofá do espaço da...

Inestética!

E a Inestética é uma...


Tananannnn..........


...Companhia teatral!

Não estavam nada à espera, pois não? 
Eu sei, eu sei, sou extremamente surpreendente e nada previsível! 

Viciada em teatro????
Não, não sou nada viciada em teatro, mas que ideia mais absurda!


Desta vez, fui ver Comfort Zone e, apesar de, um tanto ou quanto, desconfortável, foi muito fixe!


Esta não foi uma peça de teatro propriamente dita, mas uma série de 3 performances encaixadas no âmbito da Performance Art e... Adorei! 

É incrível como a expressão corporal dos performers pode "falar" tanto connosco sem que tenham que proferir uma só palavra! Faz-nos passar por uma experiência quase sensitiva, pois é o que sentimos através do outro, que produz efeito em nós...

A quem não conhece este género artístico, aconselho a, pelo menos uma vez na vida, o irem experimentar!

2 comentários:

  1. Tambem adoro teatro e nada como sair de casa.
    Bj**

    ResponderEliminar
  2. Um momento diferente sabe sempre bem e se mexe com os sentidos nao podia ser melhor

    beijinho

    ResponderEliminar

Vá lá, digam qualquer coisinha...
...por mais tramada que seja...